quinta-feira, 5 de julho de 2012

Wake Up




Sabe quando agora é seu momento? Sim, aquele momento. Aquele onde você é você e não todas as pessoas do mundo. Aquele onde você subitamente acorda, sem perceber, entretanto, que o sonho continua.

Aquele onde o sonho persiste, flutua. Aquele onde a alma descansa, a vida dança.

Todavia, um dia você acorda. E como acorda. Talvez seja este o problema. A gente acorda. Acorda para valer, sem nem sequer reconhecer que há pouco era tudo absoluta e inexplicavelmente fácil. Tão fácil.

Um despertar de olhos fechados, um cantarolar de lábios cerrados. Ao som de notas inaudíveis e janelas abertas invisíveis. A luz, entretando, é real. E, como em uma tentativa vã de provar sua essência, chega dissipando os últimos resquícios do sonho.

Um levantar por vezes seguido de um bocejo. Um desejo. Mais um? Talvez não seja a hora. Mais um dia te espera. O dia, não a vida. O tempo passa. De repente, o momento chegou. Sim, aquele momento. E, tão rápido quanto o sonho, se dissipou.

3 comentários:

  1. Ai que coisa mais linda Bia, amei tanto <3

    ResponderExcluir
  2. Obrigada, Luuh, vc q é uma linda! E receber elogios de uma escritora q gosto é td de bom ;D

    ResponderExcluir

Oi, queridos! Aqui é seu espaço, podem colocar os pés no sofá.